5 de junho de 2018

Look do dia: calça boxer!

5 de junho de 2018
Bom dia, catitas!

Como vocês estão? Desde Março sem um lookzinho aqui, né? Me desculpem! A vida tá corrida demais. Fora os horários do meu fotógrafo (a.k.a mozi, meu marido haha) que não estão batendo com o meu. Quando bate, chove! Hahaha Mas a gente persevera! Para a nossa alegria, estamos de férias, yay, o que vai facilitar nossos cliques!

Recebi da Quintess esse conjunto lindinho e confortável para nosso deleite! Calça boxer, que está super "in" e essa blusinha listrada, atemporal, com detalhes/babados verticais.

A calça tem modelagem beeeem ampla e tem bolsos. Costumo usar XXG nesta marca, mas o tamanho GG coube perfeitamente! O tecido é viscolycra. É muito gostosinha de usar, bem levinha!

Já a blusa, usei tamanho XXG, o que costumo usar. Se você é nova por aqui, peso 103 kgs e tenho 1,66 de altura, pra ter uma noção de tamanho.

Após os cliques, veja onde você pode encontrar estas mesmas peças, nos links abaixo!
















Blusa listrada: Quintess (XXG - Clique aqui!)
Calça Boxer: Quintess (GG - Clique aqui!)
Sapatilha: Sonho dos Pés
Colar: Kimonismo


Beijos e até o próximo look!

31 de maio de 2018

COLEÇÃO CLASH Chica Bolacha: anos 90 e cena underground inglesa!

31 de maio de 2018
Boa noite, catitas!

Toda vez que a Chica Bolacha traz para a gente uma nova coleção, aquele sonho de poder vestir uma roupa "da moda" sem ficar apertada ou sem ficar notório que não foi feita para seu tipo de corpo vira realidade!!! 

A coleção CLASH consagra os blazers (que sempre fazem sucesso quando uso e posto no meu Instagram), com novas cores e o preto até o Nº 58. Além disso, colete de pelinhos (vegano, hein!), muito xadrez e o cinto sensação do momento! 

Mas olhem, a coleção é no formato cápsula, com poucas unidades! Garanta logo a sua! 

Segue release da marca sobre a nova coleção:

Chica Bolacha: Coleção CLASH estreia na loja física e virtual!
Peças que enaltecem o espírito dos anos 90's e a cena underground inglesa são as principais características deste lançamento

A Chica Bolacha, loja de vestuário all size mais original do pedaço, lança a Coleção CLASH dia 29 de maio, na sua loja virtual (www.lojachicabolacha.com.br), em primeiríssima mão! A coleção é em formato cápsula, com peças limitadas.

Os modelos variam entre peças já consagradas da marca, como os blazers coloridos que já são hit da marca, que agora vem em cores que seguem uma cartela de outono/inverno. Dentro da categoria consagrados,  temos peças all black, como saia midi, blusa de tule e a pantacourt.
Também nesta coleção, a Chica Bolacha afirma a parceria com a linha plus size da Levi's nas icônicas camisetas com logo. A marca gaúcha foi uma das primeiras no Brasil a polinizar a chegada da linha PLUS da Levi's no país.

Um ponto alto da coleção é a inspiração da cena underground dos anos 90's como um todo, passeando pela cena britânica ao som do The Clash e chegando ao movimento grunge embalado pelo Nirvana. Para representar esta cena, nada melhor que a padronagem que é a representação perfeita desses movimentos: o xadrez, estampa que é tendência nessa estação.

"Somos inspiradas por esse movimento dos anos 80's e 90's, por essa pitada punk, que foi a primeira cultura underground a admitir direitos iguais entre os homens e as mulheres tanto no comportamento, quanto no vestir. Foi nessa cena que nasceu uma grande estilista inspiradora, a Viviene Westwood, que de lá para cá continua sendo a rainha desse universo.
A coleção Clash é uma leitura da Chica Bolacha sobre todo esse cenário", afirma Thayná Candido, proprietária da marca.

Lançamento da coleção CLASH
29 de maio - 18h
Compre online em

Entrega em todo Brasil










Beijos!

23 de abril de 2018

E minha hérnia de disco lombar? Como está?

23 de abril de 2018
Bom dia, gente linda!

Senta que lá vem história! Hahaha

Ontem tive uma pequena crise na coluna e lembrei do post que há tempos gostaria de escrever aqui. Tudo porque meu post sobre o assunto em 2012 (esse aqui!) rende comentários até hoje no blog e nas plataformas digitais para quem lembra desse assunto. Vejo que muitas pessoas sofrem com isso também!

Mas e aí, como "anda" meu problema de hérnia de disco lombar?

Lembrando rapidamente o assunto, descobri este problema em 2008, há 10 anos, após 3 meses intensos de trabalho das 9h até 23h, todos os dias, de muuuita pressão. E de muita MÁ POSTURA também. Resultado? Danifiquei meus discos L3-L4 e L4-L5.

Até pouco tempo, atrelava este problema ao meu excesso de peso, entretanto, descobri que ele só contribuiu para isso e que não foi peça chave para desencadear o problema. A minha primeira crise foi a pior do mundo pra mim, fiquei 15 dias de cama, sem conseguir me mover!Eu evitava beber água para não ter que levantar para ir ao banheiro, pois era a pior coisa do mundo naquele momento.  Eu gritava de dor! A segunda, a terceira, a quarta, a quinta também foram péssimas! Confesso que já perdi as contas de quantas crises eu tive, mas já adianto: hoje eu consigo lidar com ela de uma maneira mais madura, sem tanto estresse, sem tanta revolta e desespero. Contarei no decorrer da postagem.

De 2008 para cá, 2018, fui a inúmeros médicos. Ortopedistas e Neurologistas. Perdi as contas de quantas sessões de fisioterapia eu já fiz. Tratamentos aleatórios, massagem chinesa, ventosa, acupuntura, muita coisa! Até Quiropraxia: gastei os tubos de grana e não resolveu na-di-nha no meu caso! Remédios? Acho que já tomei quase todos, fala um nome aí que certamente algum médico já me receitou! RPG, Pilates (esse é muito bom, falarei a seguir)! Cirurgia espiritual eu também já fiz. Mas acredito que no momento que fiz, eu estava tão cansada e sem fé que não me proporcionou o resultado esperado. Afinal, é a nossa fé que nos cura! A medicina também, quando bem administrada!

Teve um ano, não lembro exatamente qual, que eu fiquei 12 MESES, isso mesmo, o ano INTEIRO sentindo dor na lombar. Nada passava. Nada curava. Nada. Fiquei psicologicamente abalada, triste, sem esperanças. Eu sempre fui muito ativa, reduzir meus movimentos acabava comigo! Nenhum médico me indicou cirurgia, também não era fibromialgia. E eu pensava: até quando? Na verdade como nenhum dos milhares médicos que eu fui me indicou cirurgia (porque poderia voltar o problema), eu desencanei real dela. Mas a dor estava ali. Eu trabalhava com dor, pegava metrô cheio com dor, tomava banho e me vestia com dor. Até pra limpar o bumbum no banho era um horror! O braço não mexia direito! Só Deus sabe como eu chorei e como eu pedi forças para aguentar aquela situação. Foi uma grande provação! E sabe quando eu curei essa dor? Quando eu me resignei, quando aprendi a conviver com ela, afinal é uma doença crônica. Fui me adaptando a ela e quando menos esperei, a dor finalmente passou, como num passe de mágica! Quando eu parei de questionar a Deus sobre isso e passei a tentar viver "normalmente", me dei conta que a dor passou. Parei de perguntar "por que, Deus?" e passei a perguntar "pra que, Deus?" Ele me respondeu intimamente! Nada na vida é por acaso!

Depois desse ano de muiiiita provação, eu ainda tive crise. Média de duas por ano. Era isso que me tirava do sério. Eu não sabia o que tomar para melhorar a dor. Quando ia na emergência, me davam qualquer coisa pra dor. Alguns remédios não funcionavam pra mim e mesmo relatando isso na emergência, me davam o remédio mesmo assim. que raiva que eu ficava! Eu demorava para melhorar. Era um horror. Foi quando eu encontrei um anjo na minha vida, acho que em 2014! Um profissional muito humano, que não repetia frases "feitas" do tipo: "o problema é seu peso!" Ou então: "você precisa reduzir suas mamas!" Frases que já ouvi de muitos médicos! Pelo contrário! O Dr. Rafael da Mota Moraes, foi um dos poucos, senão o único médico que me provou que meu problema se deu por minha falta de postura (acabei de me corrigir na cadeira, haha) e não somente pelo meu peso. Ele explicou que sim, o peso prejudica muito, mas que não foi por ele que detonei meus discos. Disse ainda que muitos magros vão ao consultório dele com o mesmo problema. Dr. Rafael me ouviu calmamente (e olha que fui pelo plano!), me explicou uma série de dúvidas, foi muito sereno e acolhedor! Me recordo que fui numa consulta com ele sem estar sentindo dor, fui na tentativa de saber medidas profiláticas para meu problema. Ele me indicou alguns tratamentos (acupuntura, pilates) e um remédio para os momentos de crise. Ali eu começava a adquirir a minha ""PAZ"" com o meu problema.

De la pra cá, meu nº de crises diminuiu consideravelmente! Meu peso oscila bastante, pois além de hérnia de disco lombar, eu tenho resistência insulínica e por isso preciso sempre controlar o que eu como. Porém, atualmente quando eu tenho crise, eu tomo o remédio que ele receitou e que finalmente funcionou muito para o MEU caso, além de colocar salompas na região e me alongar na cama! Dependendo do grau da crise, em 5 dias eu fico bem!

Pra finalizar, vou falar de uma atividade que foi fundamental para minha melhora: Pilates! Ele serve para melhorar a postura, pois são focados nos músculos do centro do corpo, ajudando a manter o equilíbrio e estabilizar a coluna vertebral. Além disso, promove a consciência da respiração e da postura! Eu fiz durante 4 meses seguidos, salvo engano. O studio que fiz é uma graça, a professora bem competente e o preço bem amigo! Quando eu tinha crise, eu fazia exercícios relaxantes para a coluna, que só de lembrar eu babo! Era muito gostoso! Uma sensação muuuito gostosa! Parece que eu fazia carinho na coluna! Sério. Era muito prazeroso. Os outros movimentos, nem tanto, hehe, mas no geral eu adorava as aulas! Melhorei muito a minha postura na época e por coincidência ou não, cresci 1 cm! Antes de começar o pilates, dava 1,65 e depois dele, 1,66 e em alguns lugares 1,67! Recomendo muito!!!! Não vejo a hora de voltar! 

Dá uma olhada:






 

Considerações finais:

1) Remédio:
Eu sei que muitos vão me perguntar, mas por questões éticas, por eu NÃO ser médica e pelo remédio só ser vendido com retenção de receita, não falarei o nome do remédio que no meu caso, deu certo. Além disso, o monte de remédio que eu já tomei e não deu certo pra mim, pode dar certo pra você. O médico que vai te auxiliar neste caso;

2) Contato do médico:
Dr. Rafael da Mota Moraes (Ortopedista e Traumatollogista) CRM: 732222 - RJ
Av. das Américas Nº 4200 - Bloco 04 - Sala 516
Barra da Tijuca - RJ
Tel: 3385-4113
Na época que eu fui, ele aceitava plano Unimed. Não sei quanto custa consulta no particular.

3) Estúdio de Pilates:
Studio de Pilates e Fisioterapia Libertà
Estrada Padre Roser, Nº 802 - Vila da Penha - RJ
Tel: 3082-9886

Este foi o meu caso. Espero que de alguma forma dê alguma luz para você que esteja passando pelo mesmo problema. A vida não tem receita de bolo, cada caso é um caso. Eu só "descobri uma solução", quando resolvi ser perseverante ao invés de jogar a toalha para o meu problema. Peço que não desista de você, da sua saúde, da sua vida! Eu sei MUITO BEM como dói ter hérnia de disco, como acaba com o nosso emocional, mas lembre-se: você não está só!!! 


É isso! Até mais!
Beijos!

28 de março de 2018

Look do dia: Kimono e cordão de corda!

28 de março de 2018
Bom dia!

Demorou, mas chegou! Finalmente consegui fazer um look com um dos kimonos que recebi da Eliana do Kimonismo! Que aliás, agora está com site! Clique aqui para ver os kimonos e cordões lindos!!!

O que eu mais gosto nos kimonos é a facilidade que eles tem de combinar com o mais diverso tipo de roupa: shortinhos, vestidos, saias, blusinhas simples ou mais elaboradas... Deixa sua imaginação correr solta!

Os acessórios, como no caso o cordão de corda que usei neste look, garantem um charme adicional a composição! Ele também está a venda no site do Kimonismo!

Confira abaixo os detalhes!








Regata preta: Renner (GG)
Kimono: Kimonismo (G) Clique aqui!
Cordão: Kimonismo (Clique aqui!)
Short: Forever21 Plus (Shopping Village Mall - Barra Tijuca - RJ)
Sandália: Sonho dos pés!

Beijos!
Fofashions - 2016

Design e Desenvolvimento por Lariz Santana
Código Newsletter por Follow Your Dreams
Blogger Widget